A história por trás das mochilas da BETOPIA

Maria Eulina Hilsenbeck –
Conheça a parceira da BETOPIA no fornecimento de mochilas — confeccionadas com resíduos têxteis

Maria Eulina acredita que tem uma forte missão de tentar recuperar a dignidade de quem vive na rua, por também ter vivido nessa situação por dois anos.

Após ter superado seus momentos de dificuldade e ter conseguido novamente sua inclusão social, em 1993 ela fundou o Clube de Mães do Brasil e hoje Maria Eulina distribui refeições e oferece cursos e assistências psicológicas para pessoas em situação de rua.

Ela também confecciona mochilas com sobras de tecidos de indústrias de confecção, pois uma de suas paixões é a costura, a criação artesanal e o meio ambiente.

Em depoimento gravado para a BETOPIA Maria Eulina nos ensina:

“Nós fomos ensinados a viver nos padrões básicos de sociedade, tal como estudar, ter dinheiro, uma casa, família, carro, viajar, alguns princípios de caráter. Mas esqueceram de nos ensinar sobre o respeito a nossa maior casa– que é o planeta Terra.

A Terra nos dá o que precisamos para nos alimentar, o oxigênio, a brisa, a água, o sol, as florestas, animais. O planeta nos dá TUDO. O que nós devolvemos para ele? Esse é o um dos princípios que fica na timidez dos ensinamentos.

São criadas várias regras e conceitos, mas se esquece da regra maior: o respeito ao meio ambiente e a tudo que o engloba.
Nós retiramos os recursos da natureza constantemente, porém esquecemos que o ser humano está aqui passando férias”.

Tudo que temos, deixaremos. O que levaremos será nossa essência e consciência. Qual o legado REAL que estamos deixando?”

Aos que estão começando a olhar o planeta de uma maneira diferente, fica claro que o consumismo pode ser muito mais efetivo quando se pensa que a moda, por exemplo, não é um conjunto de modelos, marcas e objetos de desejo, um ambiente com várias “estrelas”.

E o que são as estrelas? São os que verdadeiramente olham para o meio ambiente. Se todas essas estrelas se reunirem e se juntarem, nenhuma delas morrerá. Pois, deixarão seu legado brilhando na história.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *